Ilha da Inovação: soluções em eficiência energética e reutilização de água

Ilha da Inovação: soluções em eficiência energética e reutilização de água

Diversas empresas compartilharão o espaço, apresentando ao mercado seus projetos e inovadores
A busca pela eficiência energética e pela redução do consumo de água são desafios para as indústrias. Foi pensando em soluções para essas questões que a Fimmpe/Forind criou a Ilha da Inovação. O espaço contará com projetos que apresentarão as melhores soluções em eficiência energética e reutilização de água, assunto que é tema da 21ª edição da Fimmepe Mecânica Nordeste – Feira da Indústria Mecânica, Metalúrgica e de Material Elétrico de Pernambuco, que acontece de 20 a 23 de outubro, no Centro de Convenções de Pernambuco. Entre as novidades, estão equipamentos que purificam a água, permitindo sua reutilização, projetos para captação de energia solar e eólica, e até um equipamento que transforma ar em água.

Trabalhando com projetos de energia solar, a BLUESUN BRASIL e a PACI estão entre os expositores. “Estaremos com módulos fotovoltaicos, inversores On grid, módulo fotovoltaico flexível para se adaptar em qualquer superfície, como janelas, iluminação publica solar 3 em 1 (Solar+LED+Bateria), estruturas para fixação, carregador portátil solar, Lâmpadas de LED, e componentes fotovoltaicos”, diz Leonardo Esteves Leão, da Vagner Couto, da PACI, destaca que a empresa estará apresentando a cadeia produtiva dos seus serviços: projetos, assessoria e consultoria das instalações. “Vamos demonstrar todas as etapas, desde o projeto em planta até a instalação das usinas solares”, detalha.

A pernambucana INSOLE vai levar para o evento uma maquete referente a um estabelecimento comercial com placa fotovoltaica fixada no telhado. Também vai exibir um vídeo, com filmagem via drone, do processo de instalação da primeira padaria beneficiada com o Programa PE Solar, localizada na Rua Imperial, no Bairro de São José, O Programa PE Solar, do governo do Estado, está integrado à Ilha da Inovação. Ele visa estimular a micro e minigeração de energia solar por micro, pequenas e médias empresas pernambucanas. Para isso, foi criada uma linha de financiamento específica para instalação de painéis fotovoltaicos, além de estruturada uma rede de fornecedores

qualificados de produtos e serviços.“A feira vai ser uma oportunidade de mostrar alternativas para as indústrias. Economizar energia se tornou estratégico para qualquer empreendedor. Pensar em energia é um diferencial competitivo, está relacionado com custos, que podem baixar”, diz Pedro Nunes, da GlobalSun, outra empresa especializada em energia solar que participa do evento

Na Ilha da Inovação, estarão em exposição ainda equipamentos como o Wateair, apresentado pela empresa Ecopere Ambiental, que condensa o vapor da água existente no ambiente. Ele filtra, desinfecciona e adiciona sais minerais para que se torne própria para o consumo humano. A Ecopere estará expondo ainda uma máquina que realiza a descontaminação de lâmpadas fluorescentes de qualquer tamanho (tubulares ou compactas) e o Papa Cartão, uma tecnologia desenvolvida pela empresa RS de Paula (SP), que realiza a reciclagem de cartões de PVC (cartão de crédito, débito, carteira de estudante, plano de saúde, etc.).

Projetos e equipamentos que ajudam na redução do consumo de água também estarão em evidência. “As indústrias podem economizar até 85% da água que consomem. Isso é fundamental sob o aspecto econômico”, diz Abrão Rodrigues, da Saneacqua Ambiental, empresa que desenvolve projetos para tratamento de efluentes domésticos e industriais.

Outra novidade da Ilha da Inovação será a presença de empresas especialistas em eficiência energética, que vão passar orientações de como economizar energia. “A contratação de energia de forma errada pode levar a uma conta com valor até três vezes maior do que seria, se houvesse um acompanhamento adequado. A análise de um especialista detecta e propõe o perfil de consumo mais adequado para cada consumidor”, explica Vagner Couto, um dos consultores que estarão prestando o serviço.

De acordo com a diretora da Reed Exhibitions Alcantara Machado no Norte/Nordeste, Tatiana Menezes, o objetivo da Ilha da Inovação é mostrar que é possível fazer muito mais com menos investimento. “São muitas as oportunidades que podem surgir, uma vez que teremos, pela primeira vez, a presença das empresas que fornecem soluções em eficiência energética, em um mesmo ambiente, conversando diretamente com as empresas/indústrias”, destaca.